Gingos e curitibanos
Marcos Zibordi

Gazeta do Povo
Curitiba, 18/03/2001

"Por telefone, de Nova York, onde mora há quatro anos, ela contou que Tá no Pé é um show 'descontrído e preciso'. Como assim? Bom, tem a alegria e a energia do sapateado que já exige precisão de ritmo da atriz. mas como percussão conversa com contrabaixo e guitarra, ela terá que se desdobrar um pouco mais. É a idéia do sapateado como um vigoroso instrumento musical e não apenas como exercício coreográfico."